Skip to content

em silêncio.

09/03/2011

Acordei com vontade de conversar, mas não abrir a boca pra isso.

Acordei com vontade de estar mais perto de Deus, de ouvir mais sobre Ele, com vontade de falar, com Ele.

Sabe aquela vontade subita de parar o que está fazendo e conversar? Foi assim, tive vários momentos desses hoje.

Um zilhão de coisas, como se tivesse um monte de novidades pra contar pra uma amiga que não vejo a anos. Me senti insignificante diante de Deus, me senti pequena com minhas futilidades, mas a vontade de conversar com Ele não passou, só cresceu.

Tinha tanta coisa pra perguntar, tantas dúvidas, tantos sonhos pra compartilhar, tantas metas e tantas alegrias que Ele mesmo tem me proporcionado e eu, nem de agradecer fui capaz.

Pensei sobre o impensável, sorri ao lembrar da noite anterior com as amigas e pela primeira vez não tive medo da morte.

Sonhei com o futuro, sonhei com o que estaria no meu futuro. Me alegrei com o presente e agradeci pelo momento.

Não emiti nenhum ruido, foi uma conversa silenciosa. A melhor conversa.

Pretendo ter mais como essas, descobri que palavras faladas não são necessárias quando se existe um Deus que tem total acesso a nossos pensamentos.

Vou ali, preciso perguntar umas coisas pro meu mais novo velho amigo.

Para os que ficam:

Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.”

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: