Skip to content

tipo 7.

16/03/2011

Mesmo sendo meu último dia, mesmo sendo apenas mais um dia. Mesmo vivendo por apenas mais 24 horas, mesmo tendo meus segundos contados e pré determinados, ainda assim eu seria a mesma.

A mesma garota beirando seus 22 anos, com o mesmo tom de voz, usando sempre pouca maquiagem, com o mesmo nariz e o mesmo tamanho. Ainda assim estaria morando com meus pais, tendo os mesmos amigos, sendo suficiente somente uma mão para contá-los.

O otimismo eterno estaria aqui. O humor aguçado e a falta de delicadeza na maior parte das vezes, não me abandonaria.

Continuaria apostando na sinceridade e no amor. Viveria imaginando como será o amanhã mas não deixaria de aproveitar o hoje. Choraria no estress e teria vontade de gritar algumas vezes.

Sumiria desse mundo e voltaria um segundo depois. Continuaria dando bom dia pro sol todas as manhãs que ele desse o ar da sua graça.

Continua sorrindo mesmo triste e vivendo mesmo morrendo.

Diria mais uma vez o quanto amo meus pais e assumiria novamente meu amor por Ele e se fosse preciso daria adeus ao meu eu para que uma nova Tatiane nascesse no segundo seguinte.

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: